domingo, 1 de novembro de 2009

O que é Usinagem ?






Bem amigos, como o proprio nome do blog diz "usinagem sem segredos", nada mais justo que iniciarmos a série matérias sobre os conceitos básicos de usinagem com a seguinte pergunta: O que é usinagem ? Mas antes de responder essa pergunta, vamos conhecer a norma DIN8580 de 1985.

A norma DIN 8580 classifica os vários processos de fabricação, como abaixo:

  1. Formação de origem (grupo 1)
  2. Conformação (grupo 2)
  3. SEPARAÇÃO (grupo 3)
  4. União (grupo 4)
  5. Revestimento (grupo 5)
  6. Modificação das propriedades dos materiais (grupo 6)
Nesta classificação existe um item denominado “separação”, com subitem chamado separação com formação de cavacos que, por sua vez, se subdivide em dois outros subitens, conforme sejam utilizadas ferramentasde geometria de corte definida ou ferramenta de geometria de corte não definida. Esta classificação foi feita baseando-se no princípio de que os processos de usinagem, que utilizam ferramentas com geometria de corte definida, tais como, torneamento, fresamento, são mais adequados para remoção de elevadas taxas de material, ao passo que, os processos de usinagem, que utilizam ferramentas com geometria de corte não definida, são mais indicados para a obtenção de acabamentos finais, nas peças.


Assim, a resposta da pergunta é:
=> Usinagem é um conjunto de operações que dão forma a uma peça através da remoção de material (cavaco).
Como exemplo, podemos citar, o processo de torneamento, fresamento, furação, retificação, brunimento, entre outros.

A usinagem é dividida em dois grupos:
1) Usinagem utilizando ferramentas com geometria de corte definida: Torneamento, furação, fresamento, serramento, aplainamento, limagem, brochamento, escovamento, rasqueteamento (ou seja, tudo que você consegue medir a geometria de corte).

2) Usinagem utilizando ferramentas com geometria de corte indefinida: Retificação com rebolos, brunimento, lapidação, jateamento, abrasivos em geral (ou seja, geometrias de corte que você não consegue medir....abrasivos, cada abrasivo tem sua geometria específica, tamanho, afiação.....ou seja, totalmente diferente de um inserto de corte para torneamento, ou uma ponta de broca).



Dúvidas, não hesite em contatar-me.

Abraço e até a próxima

M.Sc. Sander Gabaldo

2 comentários:

Paulo disse...

Ola Sander,
Parabéns pelo blog.
Continue postando assuntos interessantes.
Gostaria de sugerir um assunto: Usinagem com MQL - um assunto pouco explorado no Brasil.

Abraços,

Paulo Feliciano

Anônimo disse...

Sander... show de bola, os textos estão caprichados, temas interessantes. Vou deixar mais uma sugestão para você. Metal duro, tipos de cerâmicas, cermet, CBN, PCD e novos revestimentos, quais são as diferenças entre eles, vantagens e desvantagens, aplicações mais recomendadas.

Até mais...

Marcelo Nigrizoli